Buscar

Reencontrar-se - Janaina Kühn



Se a gente refletiu ou pensou sobre todos os aspectos do que a gente está fazendo e a gente tomou uma decisão, então vamos em frente. Mesmo que chegue aquele momento em que a emoção parece que diz estar tudo errado. Janaina Kühn

A convidada de hoje é uma apaixonada pela educação alimentar infantil e rotina familiar. E o que mais me chama atenção em seu trabalho é que são 15 anos com o foco na reeducação alimentar, sem radicalismo ou modismos alimentares.


Notas - Janaina conta o início da sua história na nutrição. [01:24]

- Janaina compartilha algumas dificuldades de quando saiu da faculdade de nutrição ao se deparar com a realidade da aplicação de seus conhecimentos. [04:04]

- Janaina conta como um dos seus locais de trabalho começou a entrar em crise e isso alterou suas atribuições. [06:50]

- Após ter todas suas atribuições profissionais alteradas, Janaina conta como foi reinventar-se. [08:46]

- Janaina relembra quais foram as dificuldades alimentares de sua filha dentro da escola e como isso influenciou toda sua carreira profissional. [10:27]

- Janaina inicia o levantamento de quais eram as dificuldades dos pais com a alimentação de seus filhos [12:21]

- Janaina conta como conseguiu conectar diversas áreas de estudo para criar sua proposta de trabalho [15:50]

- Janaina valoriza seu perfil de inconformismo para poder ajudar mais pessoas [17:55]

- Janaina conta como se aprofundou no estudo da educação e como isso poderia ser útil para a nutrição. [19:38]

- Janaina conta sobre o desenvolvimento do seu programa nutricional infantil [21:00]

- Janaina conta como criou uma parceria com Sophie Deram [23:04]

- Janaina relembra a sensação de mostrar um projeto autoral para uma pessoa que admira [24:20]

- Janaina recebe uma proposta chocante e emocionante [26:10]

- Janaina conta sobre as habilidades profissionais que teve que desenvolver para criação de um curso online[29:05]

- Janaina fala sobre os momentos que pensamos que está tudo errado [36:49]

- Janaina conta sobre a imagem do futuro que a motivava seguir em frente [39:10]

- Janaina conta sobre projetos futuros [43:44]

- Janaina conta sua experiência com o Empretec [49:00]

- Janaina deixa uma mensagem com a sua perspectiva sobre a nutrição e decisões na vida [50:40]

Citações - Na fase já de escolher uma profissão eu não pude deixar de fora a nutrição. O peso em casa era muito grande para que eu fizesse odonto, porque meu irmão estava na faculdade de odonto já, então todo mundo queria que eu fizesse. E o dia que cheguei em casa e disse que não, eu vou fazer nutrição foi um escândalo. Não tinha exatamente a noção do que era, mas imaginava que aquilo podia me ajudar. [2:58]

- Eu pensava como eu posso orientar uma coisa que eu não consigo aplicar na minha vida? Que é tão difícil e com todas essas regras, de tantas em tantas horas e aquilo tudo. [04:44]

- Ela começou a ficar o dia inteiro na escola e a alimentação na escola, eu fui ver depois que era péssima, era tudo a base de fritura e a criança daí foi desandando. Não queria mais saber de fruta, de salada, não queria comer mais nada de coisa nenhuma. Ela começou a ficar muito seletiva, isso aos 4 anos e pouco, e ali que tomei a decisão de que eu voltaria para a nutrição. [10:55]

- Eu comecei a estudar muito, eu li muito. Acho que o meu computador até travou de tantos artigos e de tantas coisas que eu baixei estudando nessa fase. [13:18]

- Como eu não gostava e nunca gostei que me impusessem nada, eu não aceitava chegar e dizer para a pessoa “oh está aqui seu cardápio, segue ele.” Não admitia isso, era uma coisa que me deixava muito angustiada. [18:39]

- Eu saí dali, saí emocionada, eu chorei aquele dia vindo embora. Porque foi assim, mostrar depois de toda aquela dificuldade que nem nutricionista mais eu era, de repente eu tive um momento de alguém que disse pra mim que aquilo era realmente valia a pena. Porque eu botei a minha vida naquele trabalho. [26:20]

-O que moveu esse trabalho todo foi realmente esse amor pelo o que eu estou fazendo, porque se a gente não está entusiasmado, não está totalmente envolvido com o que a gente está fazendo, não tem como a gente caminhar com um trabalho dessa proporção. [35:17]

- Eu sempre digo assim, se a gente refletiu ou pensou sobre todos os aspectos do que a gente está fazendo e a gente tomou uma decisão, então vamos em frente. Mesmo que chegue aquele momento em que a emoção parece que diz estar tudo errado. [36:19]

- Quando eu comecei a nutrição eu tinha muita frustração, era muito difícil e eu ganhei muito dinheiro trabalhando lá, mas aquilo não era suficiente para mim. Eu tinha minha agenda lotada, de segunda a sexta das 8 da manhã às 8 da noite eu atendia. E nem por isso eu estava feliz, eu estava chateada, frustrada, aquilo não era suficiente. Porque o meu objetivo principal não era o dinheiro. Por outro lado, quando encontrei a nutrição comportamental dessa forma e comecei a desenvolver esse trabalho, tudo o que eu queria era estar ali, eu só queria fazer aquilo. Aquilo virou um hobby, não era mais meu trabalho. [37:22]

- Se eu tinha conseguido fazer tudo aquilo, o que mais eu sou capaz fazer? É o que vem já na cabeça da gente terminando isso. [44:11]

- Mas as pessoas refletem, só que depois elas não agem. Fica tudo no sonho e não bota nada em prática daquilo. [51:26]

- Então eu vejo muito hoje nas pessoas é o engolir muita informação e não ter tempo para pensar. A gente não parar, não desligar uma tv, não se escutar. Eu acho que são esses os momentos que fazem toda a diferença na vida da gente. Sempre que houve uma grande mudança na minha vida foi nesse momento de silêncio, foi nesse momento de eu comigo mesma. Pensando e refletindo muito para poder tomar as melhores decisões. [52:31]

Menções: Nutrição comportamental [14:06] Cynthia Antonccio [14:23] Marle Alvarenga [14:23] Sophie Deram [16:26] Empretec [47:40] Clovis de Barros [53:04]

Contato Janaina Kühn Barni

Facebook

Perfil profissional

Programa nutricional infantil online

#Insight

CONTATO

Francisco Beltrão - Paraná

​​contato@alimentesaude.com

© Direitos reservados à Eduardo Szpak. Imagens de arquivo pessoal.

Nome *

Email *

Telefone

Mensagem